‘O Ministério Público é uma inutilidade. Ele é muito eficiente quando lhe interessa’ – desembargador Siro Darlan

siro darlan

O desembargador Siro Darlan, da 7ª câmara criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, sempre foi um homem razoavelmente polêmico. Mas esta característica, numa sociedade que se esforça para ser politicamente correta – ou será pateticamente correta? – pode ser uma diferença no mínimo interessante. Se não positiva.

Em relação à prisão dos 23 black blocs acusados de associação criminosa, quando Darlan garantiu que eles respondessem em liberdade, a crítica veio pesada – ou será correta? – sobre a grande caixa preta do Estado: o Ministério Público.

Em entrevista ao site da BBC Brasil, Darlan disse o que muitos pensam, mas poucos ousam publicar:  “O Ministério Público é uma inutilidade. Ele é muito eficiente quando lhe interessa. Mas há situações em que o Ministério Público se omite. Hoje, estamos com prisões superlotadas porque o Ministério Público é eficiente na repressão do povo pobre, do povo negro“.

siro darlan 2

Siro Darlan com Jean Wyllys

É óbvio que Darlan prevê reações. Conhece o sistema por dentro como ninguém, suas mazelas, fogueiras de vaidade e punições figadais e severíssimas para quem ‘critica’. Ainda que entre MP e Judiciário as relações não sejam tão lindas como crédulos de plantão pensam que é.

Setores da grande imprensa especulam que o desembargador possa ser ‘punido’ ou até ‘demitido’ por suas declarações. Uma análise, ou esperança, bastante tola.

Por outro lado, uma ‘advertência’ ao todo poderoso Siro Darlan talvez gerasse uma cínica [e deliciosa] gargalhada a saborear com seus netos. Só o tempo dirá. OBSERVATÓRIO GERAL.

 

Anúncios


Categorias:Direito e justiça

Tags:, , ,

1 resposta

  1. Artigo elucidativo!

    “O Ministério Público é uma inutilidade. Ele é muito eficiente quando lhe interessa. Mas há situações em que o Ministério Público se omite. Hoje, estamos com prisões superlotadas porque o Ministério Público é eficiente na repressão do povo pobre, do povo negro“.

%d blogueiros gostam disto: