Gentileza

Profeta Gentileza

Gentileza é um “discurso” que muitos “captaram”. Praticamente entrou na moda em certas relações, até negociais e executivas. Mas como “discurso”. O olhar o outro com o coração, com delicadeza e principalmente querer bem, desejar bem, parece que não é a regra mais nas sociedades desesperadas e aflitas. Muitas “confusões” são feitas; ou “desejadas”. Por exemplo, alguém fala “em tese” sobre uma área do conhecimento, da vida, de algum deus, e o sujeito lá não se sabe de onde, que “quer” se sentir ofendido, quer “atrair” para ele uma carapuça que somente ele inventou para viver um dano que somente ele pariu, se insurge violentamente com agressões e desaforos. A gentileza pode não estar na origem de se fazer um ato bonito, mas não ausência de responder rispidamente quando se poderia imaginar. Gentileza precisa ser estudada, ensinada seriamente aos filhos, treinada e refletida. Gentileza no trânsito com menos buzinas. Nas filas com menos pressas. Nas famílias, com mais olhos nos olhos e declarações de amor. O livro abaixo é simplesmente maravilhoso, com lições e informações vaiosas. Merece atenção para que o seu coração viva mais em paz e você seja uma pessoa ainda mais bonita do que com certeza já é. JMA.

Trechos do livro – THALER, Linda Kaplan; KOVAL, Robin. O poder da gentileza. Rio de Janeiro: Sextante, 2008. 1. Agir corretamente faz com que a pessoa se sinta melhor.

2. Mesmo que você se envolva num acidente de carro, as companhias de seguro poderão lhe recomendar que não se desculpe. O conselho é que se você se desculpar, 9 entre 10 pessoas ficarão gratas e, provavelmente, serão mais generosas com relação a um compensação pelo prejuízo.

3. Gentileza traz um problema de imagem: não é geradora de respeito. Assim, gentileza não é ingenuidade!

4. Pesquisas mostram:

Pessoas gentis têm mais sorte no amor (Universidade de Toronto) Pessoas gentis são mais saudáveis (Universidade de Michigan) Pessoas gentis perdem menos tempo nos tribunais (Malcolm Gladwell, Blink – a decisão num piscar de olhos) Pessoas gentis ganham mais dinheiro.

5. Impressões positivas são como sementes; você as planta e esquece delas, mas elas crescem de maneira notável.

6.Quando encontramos desconhecidos na rua, em geral supomos que não são importantes para nós. Mas essa pessoa é importante para muita gente.

7. Impressões negativas são como germes

8. Todos os dias na próxima semana faça 5 coisas simpáticas rotineira e pensadamente, e veja como os seus dias serão melhores.

9. É extremamente importante ver a nós mesmos como os outros nos veem – como ator coadjuvante no filme deles.

10. A vida não é um jogo em que, se a outra pessoa ganha, eu perco, ou vice-versa. Não há necessidade de discutir quem fica com o pedaço maior do bolo, só precisamos fazer um bolo maior.

11. Se você está desesperado para conseguir seu pedaço do bolo, porque iria se interessar em ajudar os outros a pegar a fatia deles? Se Ernest Hamwi pensasse assim quando vendia zalabia, um waffle persa muito fino, na Feira Mundial de 1904, talvez terminasse seus dias como vendedor de rua. Hamwi notou que um vendedor de sorvetes das proximidades ficara sem recipientes para servir os fregueses. A maioria das pessoas torceria o nariz, pensaria “não é problema meu” e talvez até esperasse que o infortúnio do vendedor de sorvetes resultasse em mais clientes para si. Em vez disso, Hamwi enrolou um waffle e colocou uma porção de sorvete por cima, criando uma das primeiras casquinhas de sorvete do mundo. Ele ajudou seu vizinho – e, no processo, ganhou uma fortuna.

12. Quando a pessoa aprende a se libertar da mentalidade do “ou eu ou você”, cria oportunidades para todos.

13. Tendemos a pensar que o mundo natural é duro, cruel e implacável. O comportamento no mundo dos negócio é, muitas vezes, regido pela “lei da selva”. Mas a cooperação é uma estratégia tão bem-sucedida para a sala da diretoria quanto para compartilhar uma presa.

14. Quando você cria uma empresa pretende que os créditos de suas coisas sejam dados a ela. Tente relaxar e não se preocupar com quem recebe o crédito – queira continuar construindo o seu negócio, fazendo o bolo crescer. Como disse Harry Truman, “é surpreendente o que você consegue quando não se importa com quem leva o crédito”.

15. Faça uma reunião eclética, convide pessoas de áreas totalmente diversas de atuação. Tenha em mente apenas proporcionar momentos agradáveis a seus convidados. E, observe atentamente.

16. Se alguém em sua empresa com posição mais elevada do que a sua der um bom conselho, pense em passá-lo para uma pessoa de posição inferior que você gostaria de orientar.

17. Pare de contar vantagens. Minha irmã ganhou um novo bebê, mas eu tenho uma vida social mais ativa. Minha melhor amiga ganha mais dinheiro, mas eu tenho um trabalho mais interessante. Se estiver ardendo de inveja por causa da promoção de alguém, mande-lhe flores. Quando você começa a agir como se vivesse na abundância, começa a ter a sensação de fartura. Quando começa a experimentar essa fartura, você não se preocupa tanto com o que os vizinhos têm.

18. Elevar o moral das pessoas pode resultar em inesperadas recompensas. Adoce a negociação.

19. Quanto mais um empregado é feliz, mais produtivo e criativo ele será.

20. Da próxima vez que se encontrar com um novo cliente – ou um velho amigo, é a mesma coisa -, porque não começar elogiando a aparência dele ou o traje dela?

21. Em todos os encontros, apenas 7% da nossa comunicação são verbais. Os outros 93% vêm de sugestões não-verbais, como gestos e tom de voz. As pessoas raramente se lembram de quem fez o discurso mais enérgico numa reunião de negócios – mas se lembram de quem sorriu mais e de quem as tratou com simpatia.

22. Linda Kaplan enviava lembretes de contas vencidas há muito tempo junto com uma tentação – se pagassem as contas até uma data específica, ela os recompensaria com cookies, brownies, blolos recém-preparados, qualquer coisa que quisessem. Funcionou.

23. Da próxima vez que alguém próximo a você estiver mal-humorado ou irritadiço, tente dar-lhe uns chocolates ou uns bombons.

24. Todas as manhãs, na empresa Eletrical Products of India, os empregados reúnem-se para rir. Os gerentes da empresa contaram ao consultor de empregos Michael Kerr que a sessão diária de riso aumentou a produtividade, melhorou as relações entre os empregados e reduziu as doenças relacionadas com o estresse, inclusive dores de cabeça e resfriados.

25. Helene Stapinski, uma historiadora, descobriu algo que os comediantes profissionais conhecem bem – as plateias não têm uma quantidade finita de bom humor. Ao contrário, quanto melhor for a abertura, mais eles gostarão de o que vier a seguir.

26. A boa notícia é que as emoções positivas são mais contagiantes do que as negativas.

27. Quando sorri para outras pessoas, você as “contamina”, literalmente, com felicidade.

28. É muito mais fácil tornar seu cliente, patrão ou marido mais receptivo às suas ideias se você as expuser com um sorriso.

29. Elogie. Certa vez, um rapaz perguntou a Abraham Lincoln se ele ficava irritado com os constantes pedidos de autógrafo. “Os homens suportam muita coisa quando são lisonjeados”, respondeu o presidente.

30. Sorria – estudos mostram que o simples ato de sorrir fará com que você se sinta realmente mais feliz, o que acontecerá também com as pessoas à sua volta. Então tente adquirir o hábito de sorrir mais. Sorria para estranhos. Se você mora em uma cidade muito populosa, onde há constantemente gente passando, escolha uma pessoa em cada quarteirão. Comece com crianças. Depois, sorria para adultos que parecerem amistosos e receptivos. Após algum tempo você estará preparado para sorrir até para as pessoas com um ar antipático. Ele ou ela podem ou não retribuir o sorriso, mas a questão não é essa. Você quer chegar ao ponto em que, para você, sorrir seja tão natural quanto respirar.

31. Ofereça um doce – mantenha um suprimento de guloseimas em sua escrivaninha ou nas proximidades.

32. O inimigo – Mate-o com a gentileza.

33. Ajudar seu adversário pode ser uma das coisas mais valiosas que você faz a si mesmo.

34. A traição só funciona a curto prazo.

35. Todas as vezes que você entra num ringue com um adversário, você desvia seu olhar do prêmio.

Anúncios


Categorias:Filosofia

1 resposta

Trackbacks

  1. Pessoas fechadas e abertas, dicas para a felicidade « Observatório Geral
%d blogueiros gostam disto: