Conte ministro!

Jornalista Luis Nassif manda telegrama para o Supremo Tribunal Federal questionando sobre a compra do imóvel em Miami por parte de Joaquim Barbosa. Sem sombra de dúvida a transação parece suspeita a qualquer um. Se não, veja-se: 1) Juiz não pode ser empresário – o imóvel foi comprado por uma empresa offshore de JB nos Estados Unidos -; 2) O imóvel foi comprado [declarado] a custo zero, como assim, a custo zero?; 3) a transação não aparece no balanço da offshore. O STF por meio de secretária respondeu que JB “não comentará”.

Será que o ministro tem o “direito” de não comentar a situação? Obviamente, não se trata de uma “implicância” da imprensa. Os três argumentos acima são graves, ou no mínimo há um ruído na comunicação que deve ser esclarecido. Será preciso o CNJ para fazer JB se explicar? OG.

Anúncios


Categorias:Política

Tags:, , , ,

%d blogueiros gostam disto: