Viena Café no aeroporto de Brasília, preços extorsivos e opinião de consumidores

DSC_0467 viena

 

No aeroporto de Brasília, dentro da sala de embarque há um Viena Café (foto). Forma-se uma imensa e lenta fila única que precisa englobar a escolha do produto,  a retirada do mostruário e montagem da bandeja, e o pagamento. Tudo no mesmo curralzinho. Com a genuinamente brasileira dificuldade de troco – e falta de previsão empresarial do gerente-, na hora de se pagar. Até aí tudo bem. Este sistema deve ser o método encontrado pelo Viena para manter a desconfiança explícita sobre o seu consumidor, algo do tipo “não confiamos nada em você”. Até aí tudo bem 2.

O problema começa quando o cliente consulta o cardápio. Um simples café com leite ao inacreditável preço de R$ 7,25 e uma água mineral custando R$ 4,75, além de uma lata de refrigerante a R$ 6,25 geram adjetivos e xingamentos. Foram ouvidas 10 pessoas na fila, em 27.12.13 sobre estes preços. “Absurdo”, “um roubo”, “uma sacanagem”,  “acham que somos otários” foram as avaliações publicáveis.

Mas tranquilize-se, este não é um traço apenas do Viena, mas sim dos aeroportos brasileiros, que parecem querer se especializar em valores extorsivos. Experimente um croissant, um refrigerante em lata e um cafezinho no Viena pela bagatela de R$ 23. É uma boa forma de testar o seu controle diante da revolta e do absurdo. OBSERVATÓRIO GERAL.

 

 

 

 

 

Anúncios


Categorias:Cidadania online

Tags:,

%d blogueiros gostam disto: